Câmara de Nova Luzitânia realiza sessão solene para entrega de Título de Cidadão

Câmara de Nova Luzitânia realiza sessão solene para entrega de Título de Cidadão

José Scacalossi foi homenageado pelos relevantes serviços prestados ao município,

A Câmara Municipal de Nova Luzitânia realizou no último dia 23 de setembro, uma sessão solene para entrega de Título de Cidadão Luzitaniense a José Scacalossi, pelos relevantes serviços prestados ao município.

A homenagem foi concedida por meio do decreto legislativo nº 003, de 21 de maio de 2014, assinado pelo presidente da casa de Leis, Wagner Sebastião da Silva.

A sessão teve casa cheia e reuniu os vereadores da atual legislatura, prefeito, ex-prefeitos, familiares e amigos do homenageado.

Durante a sessão fizeram o uso da palavra, vereadores Wagner Sebastião da Silva (presidente da Câmara), Anderson Fabiano Amenta, Antônio Sebastião Gomes dos Santos, Edcarlos Pereira Campos e Meire Rosi do Nascimento, o prefeito Miguel Patinho, a filha do homenageado, Cristiaine Renata Scacalossi, também foi exibido um vídeo homenagem com falas de vários parentes e amigos do homenageado, organizado pela neta Isadora Pires Scacalossi. O mais novo cidadão luzitaniense também falou na tribuna, agradecendo pela homenagem.

Sobre o homenageado

HISTÓRICO

Nome: José Scacalossi
Nascimento: 22/05/1944
Casado com: Antônia Pereira Dias Scacalossi
Filhos: José Marcelo Scacalossi e Cristiaine Renata Scacalossi
Netos: Isadora Pires Scacalossi e Marcelo Pires Scacalossi

José nasceu em Jaboticabal e com menos de 1 ano de idade mudou-se para uma fazenda na cidade de Nhandeara com sua família para trabalhar, por onde viveu por aproximadamente 4 anos.

Com o fruto do trabalho de toda família na fazenda, conseguiram comprar um sitio de 32 alqueires na cidade de Gastão Vidigal, onde iniciou seus estudos.

Aos 6 anos de idade sua mãe adoeceu e veio a falecer, acarretando assim que a família mudasse de Gastão Vidigal, vendendo sua propriedade para adquirir outra na cidade de Monte Aprazível, onde viveu com seu pais, irmãos, e madrasta até seus 14 anos de idade, quando seu pai também veio a falecer. Com isso, mudou-se para São José do Rio Preto com seus irmãos e sua madrasta, onde exerceu vários trabalhos, como de ajudante mecânico em uma oficina tradicional desta cidade.

Por volta dos seus 16 anos veio para o município de Nova Luzitânia morar com a sua irmã Idalina e seu cunhado Albino Bedore, que abriram um Bar, Mercearia e Padaria, onde José trabalhou até se casar com Antônia em 12/07/64.

A partir desta data trabalhou na Prefeitura Municipal de Nova Luzitânia por 10 anos, trabalhou na Escola Estadual sendo professor substituto, Escriturário, Inspetor de alunos, servente, também se formou em técnico de contabilidade e muitos anos possuiu Escritório de Contabilidade, após este período passou no concurso de Secretário de Escola, permanecendo no cargo até sua aposentadoria.

Destacou-se na comunidade por seus inúmeros trabalhos voluntários, foi por 10 anos Presidente da Igreja Católica, esteve à frente na ampliação e reforma desta, através de recursos que conseguiu da Alemanha, e com doações voluntárias da população. Foi por muitos anos presidente de quermesse e participante ativo dos movimentos de cursilhos da Igreja Católica. Foi o primeiro que trouxe para a paróquia do dizimo. Também foi um dos que participou da construção da creche/Berçário São Pedro, onde foi presidente por 10 anos.

Foi Vereador por 4 mandatos, sendo uma vez Presidente da câmara.

Foi um dos mentores na formação da Lei Orgânica do município de Nova Luzitânia.

Na área da agricultura foi sempre inovador na década de 80, trazendo o “bicho da seda” para Nova Luzitânia, também idealizou e trouxe a primeira estufa de hortaliças e inúmeras outras atividades na agricultura.

Também possuiu comércio no ramo de mercearia por 10 anos. A partir de 2001 ingressou na Prefeitura no cargo de chefe de gabinete permanecendo até a presente data.